Por que contratar uma equipe experiente?

O diretor de fotografia Geoff Boyle dá algumas dicas aos profissionais iniciando suas carreiras agora.

“Umas das coisas que diretores de fotografia começando na carreira fazem mal… um grande erro que cometem é que eles têm medo de utilizarem uma equipe muito experiente. Eles acham que se contratarem alguém que trabalha por um período quatro vezes maior que o dele na indústria, estas pessoas o farão parecer idiota.

Bem, eles não vão, pois eles querem trabalhar de novo e se eles fizerem as pessoas parecerem idiotas, não serão contratados, simples assim. Você sabe que se eles sobreviveram por tanto tempo na área, está tudo bem, está é a primeira lição.

Segunda, consiga a equipe mais experiente que você puder e os ouça, pois eles vão te tirar de problemas, vão cuidar de você… e tente ser leal à equipe, depois que você trabalhar com várias pessoas e descobrir aquelas com as quais trabalha bem, tente se aproximar delas e tente trabalhar com elas projeto após projeto.

Meu operador hoje em dia já foi meu foquista e meu assistente em gravações há mais de vinte anos e hoje meu operador está trabalhando para um cara que foi já foi meu operador de câmera e agora é diretor de fotografia, então… e ele era o assistente de câmera quando o outro era… é tipo uma família, este tipo de relação com as pessoas.

Lembro de uma conversa com Terence Donovan e o perguntei se ele preferia tirar fotografias ou gravar comerciais e ele começou a rir.

‘Geff, não seja tolo, em fotografias estou eu, um assistente, maquiagem e cabelo, é isso, eu tomo as decisões, eu faço tudo. Em um comercial eu tenho os melhores profissionais que conseguir, deixo elas trabalharem e fico com os créditos, qual você iria preferir?’

E esta tem sido minha filosofia, que eu irei contratar as melhores pessoas que conseguir e deixá-las trabalhar e… funciona. Se você tiver uma situação nova, mas sua equipe já trabalhou com várias outras pessoas, você vai unindo uma experiência e outra até que chega a uma onde fizeram algo parecido, então você tenta essa solução, mas a modifica um pouquinho e a faz do seu jeito.

É muito bom, você construiu através de outras pessoas… é como subir nos ombros de gigantes, estamos nos ombros de gigantes, é assim que se trabalha, é assim que se aprende.”

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]