Sony anuncia sensor capaz de capturar 1000qps

Que os smartphones têm evoluído dia após dia não é novidade para ninguém, mas agora a Sony anunciou o desenvolvimento de um sensor capaz de capturar imagens em Full HD (1920×1080) a mil quadros por segundo!

Há cerca de uma semana a empresa publicou um comunicado à impressa anunciando o desenvolvimento do primeiro sensor CMOS de três camadas e a nova tecnologia “DRAM” para smartphones.

Este novo sensor manteve o padrão de duas camadas, sendo uma de “iluminação traseira” e outra com um chip fixado aos circuitos para o processamento de sinal, adicionando a novidade da terceira (DRAM).

Imagem que ilustra as três camadas estruturais do sensor, com a inserção da novidade “DRAM”. Imagem: Divulgação/Sony

Essa nova característica gera leituras muito mais rápidas, possibilitando a captura de imagens estáticas com muito menos rolling shutter, assim como gravações a até 1000 quadros por segundos em Full HD (1920×1080).

O sensor utiliza o DRAM para guardar o sinais lidos em alta velocidade temporariamente, fazendo com que a saída de informação seja otimizada. Como resultado é possível capturar uma imagem estática de 19,3 milhões de pixels em 1/120 de segundo.

Ele ainda inclui soluções para alguns problemas de design anteriores como, por exemplo, o ruído gerado entre os circuitos de cada uma das três camadas.

Principais características

Com esta velocidade de leitura é possível reduzir o tempo empregado em cada linha de pixels, isso possibilita a redução da distorção do plano focal (conhecida como rolling shutter), algo muito comum nos aparelhos.

Na comparação a imagem à esquerda é capturada com uma leitura de 1/30 de segundo e a imagem à direita com 1/120 de segundo. Imagem: Divulgação/Sony

Gravação a até 1000qps em Full HD (1920×1080)

E não é só isso, além da nova tecnologia possibilitar gravações a até 1000 quadros por segundo, foi desenvolvido um sistema que inicia a gravação em alta velocidade caso alguma movimentação rápida seja detectada pelo sensor.

Um processador de imagem convencional pode ser utilizado, pois a informação de alta velocidade é guardada na DRAM e depois enviada em velocidade normal. A câmera lenta do sensor realmente é incrível e pode ser vista abaixo:

O único “porém” é que há um limite de armazenamento da DRAM, o que impossibilita vídeos gravados do começo ao fim em 1000qps, ainda não é certo se a empresa utilizará uma ativação da gravação nesta taxa pelo usuário ou se haverá a opção de gravação automática com a detecção do movimento.

Agora é esperar o primeiro smartphone Sony chegar ao mercado já com este sensor e ver o que ele é capaz de produzir nas mãos do usuários.

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]