Hasselblad H6C-100c – Médio formato em 4K

Hasselblad, este nome é o sonho de consumo de inúmeros fotógrafos ao redor do mundo, ao longo de mais de 70 anos a empresa construiu uma aura e reputação quase unânimes no universo da fotografia.

Hasselblad H6C-100c

A bola da vez é a Hasselblad H6C-100C, pois, a convite do site Cinema5D, o filmmaker Christoph Tilley testou as capacidades de vídeo em 4K que essa câmera apresenta. Para deixar ainda mais claro o porquê a Hasselblad é diferente, basta ver uma comparação entre o tamanho dos sensores nas câmeras.

Imagem: photographylife.com

O sensor médio formato de 100MP é incrivelmente grande e gera fotografias em RAW de 216,3 MB cada, isso mesmo, cada imagem possui esta quantidade de informação. Mas como nosso maior foco é em vídeo, vamos à parte que mais nos interessa: gravação em RAW 4K!

Vídeos em 4K RAW

Antes de começarmos vale lembrar que a Hasselblad produz câmeras fotográficas e que a H6D – 100C foi produzida com essa finalidade, então, suas características de vídeo são apenas secundárias quando comparadas às de fotografia. Vamos ao review.

Em primeiro lugar é preciso um cartão CFast que possa dar conta da quantidade de informação a ser gravada, no review é utilizado um “Lexar Professional 3500x”. Apesar do rolling shutter acentuado em alguns momentos, o campo de visão obtido com uma lente 24mm é impressionante, como é possível ver na imagem abaixo.

Imagem: Quadro retirado do vídeo “Hasselblad H6D-100c Review – Shooting Medium-Format Video” – Cinema5D/Vimeo

Comparação RED x Hasselblad

Nesta comparação é possível ver como a imagem em médio formato apresenta menor profundidade de campo, mesmo com a lente em F4.0. Além disso, nota-se como a imagem da RED parece menos comprimida, deixando a modelo ligeiramente mais larga.

Imagem: Quadro retirado do vídeo “Hasselblad H6D-100c Review – Shooting Medium-Format Video” – Cinema5D/Vimeo

Formatos de vídeo

É possível escolher entre gravar em H.264 em 720p ou 1080p ou em RAW em 4K. Não há mais nenhuma opção de escolha, a câmera sempre grava em 24qps, entre as opções editáveis estão ISO e temperatura de cor.

Os arquivos na câmera são gerados na extensão “3fv” e é preciso utilizar o software própriao da Hasselblad para fazer sua conversão para CinemaDNG. Apesar do RAW, a câmera apresentou alguns artefatos e ruído nas sombras capturadas em vídeo.

Imagem: Quadro retirado do vídeo “Hasselblad H6D-100c Review – Shooting Medium-Format Video” – Cinema5D/Vimeo

Hasselblad para vídeo?

Não, o review funciona muito mais como forma de matar a curiosidade de centenas de filmmakers sobre a qualidade de vídeo entregue por esta câmera, mas ela está longe de ser viável para vídeo, exceto em casos extremamente específicos.

A câmera custa $ 32.995,00 com sensor de 100MP e $ 25.995,00 com sensor de 50MP, vamos poupá-los de uma simples conversão para reais, assim ninguém sofrerá com problemas cardíacos lendo esta matéria!

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]