Veja um review da Sony A6500

A Sony anunciou há bem pouco tempo a sucessora da sua A6300 e durante uma visita ao Japão, Johnnie Behiri, do site Cinema5D, teve a chance de operar uma delas por um dia, vale a pena ver o resultado que ele obteve!

O interessante aqui é ver a câmera em um filme narrativo e não apenas com imagens jogadas e captadas sem necessidade de uma ligação lógica entre elas, além, é claro, de ver a Sony pedindo opiniões de quem realmente importa: seus consumidores.

Características Interessantes da Sony A6500

Para Behiri, há quatro mudanças que valem ser citadas e elas são: um menu redesenhado, o sistema de foco automático, LCD touchscreen e estabilização de imagem nativa em cinco eixos.

Gravando em 4K ainda há a possibilidade da câmera aquecer, mas diferentemente da A6300, agora há a possibilidade de mudar a opção “Auto Power OFF Temperature” para “High”, isso possibilita que a câmera atinja maiores temperaturas sem desligar.

Mesmo gravando o vídeo em um ambiente quente, ele não teve problemas com aquecimento, mas também não fica muito claro se há alguma degradação na imagem caso façamos a opção de continuarmos gravando mesmo com a temperatura alta.

Com relação ao menu, a Sony ouviu os pedidos de separar mais as opções de fotografia e vídeo, ainda há detalhes que podem melhorar quanto a isso, mas a o que parece não são implementações tão simples.

O LCD touchscreen parece possuir uma boa resposta e trabalha bem com o sistema de foco automático, já a estabilização nativa de cinco eixos trabalha bem, mas fica longe da que vimos nas últimas atualizações da Olympus.

Com relação aos pontos fracos: o problema do rolling shutter continua e a olho nu a performance da nova A6500 pareceu exatamente igual à sua antecessora, segundo Behiri, mas, claro, a questão da performance depende de testes laboratoriais para ser avaliada com precisão, esta é a avaliação do site:

Prós

  • LCD touchscreen
  • Sistema de foco automático rápido, embora nem sempre preciso
  • Uma “pegada” melhorada, que ajuda na ergonomia da câmera
  • Possibilidade de aumentar o tempo de gravação mesmo com aquecimento
  • Todas as boas funcionalidades da A6300 como S-log, controles manuais de áudio, marcadores, boa performance com pouca luz e saída limpa HDMI

Contras

  • Os menus da câmera ainda precisam ser totalmente separados do vídeo
  • Ainda falta saída para fones de ouvido
  • O efeito rolling shutter que ainda existe

Após devolver a câmera para a Sony, Behini foi convidado para dar usa opinião sincera sobre o equipamento, que foi:

“Não há inovação suficiente no modelo novo para que alguém faça um upgrade da A6300 para a A6500.”

Segundo ele, o que falta na nova A6500 é alguma característica única como filtros ND, algum codec de alta qualidade para gravação ou mesmo a saída para fone de ouvido.

Para a Sony esta é uma câmera fotográfica mesmo sabendo que muitos usuários a utilizam para vídeo e para que isso mude é preciso que muitos deles mostrem a ela que isso é possível sem canibalizar seus mercados de vídeos de alto nível.

sony-official-target-user-640x360

Mercado alvo da A6500 – Fonte: Cinema5D

Configurações da câmera utilizadas: XAVC-S, PP7 (S-Log 2), 4K/24p, 100Mbps, a maior parte gravada com ISO nativo e luz disponível, áudio gravado na câmera, editado com o Adobe Premiere CC 2017 e correção de cor com um LUT próprio.

A câmera sai por $ 1398, enquanto sua antecessora custa $ 1148, mas estes preços podem variar de acordo com a data em que você estiver lendo este post. O artigo de Johnnie (em inglês) pode ser lido clicando aqui e na sequência há o arquivo original da câmera para quem quiser ver as possibilidades de grading dela.

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]