Anatomia de uma Cena – O Quarto de Jack

Se você ainda não ouviu falar sobre O Quarto de Jack é bom saber que o filme foi indicado a quatro Oscars: melhor filme, melhor atriz protagonista com Brie Larson, melhor direção com Lenny Abrahamson e melhor roteiro adaptado com Emma Donoghue, inclusive Brie Larson vem levando os principais prêmios como melhor atriz. Vale a pena conferir o trailer:

Nesta postagem da série Anatomy of a Scene do New York Times temos o diretor Lenny Abrahamson contando um pouco mais sobre esta cena do filme, o momento onde o personagem Ma (Brie Larson) tenta contar ao filho que tudo que ele acredita como sendo o mundo onde vivem não é real. A cena com a narração do diretor é particularmente interessante pois ele acaba revelando um pouco como foi a direção dele com relação a Jacob Tremblay, deixando transparecer a escolha por uma abordagem mais simples na hora de definir as emoções do ator mirim.

Meu nome é Lenny Abrahamson, sou o diretor do filme O quarto de Jack. Ok, neste ponto do filme Ma, interpretada por Brie Larson, está tentando explicar ao seu filho Jack, interpretado por Jacob Tremblay, que tudo que ele sabe sobre aonde moram não é verdade. Ele acha que esse pequeno quarto é todo o universo, ele viveu lá por cinco anos e nunca conheceu nada além disso, mas agora as coisas estão ficando perigosas e ela precisa da ajuda dele para escapar e tem de explicar a ele que as coisas são um pouco diferentes. O que eu pedi a ela foi que tentasse não deixá-lo assustado, mas você precisa passar essa mensagem a ele. E para ele foi que ele não estava gostando ou acreditando no que ela dizia. Você não pode dar direções complexas a uma criança sobre o significado completo inserido em uma cena dentro do arco dramático do filme, mas você pode dizer: você não quer ouvir isso. E conforme o personagem da Brie vai ficando mais ansiosa, ela pode sentir ele responder com cada vez mais resistência o que faz com que ela acentue sua insistência. E isso vai crescendo até essa total falha na comunicação (01:08). Estávamos gravando em um espaço bem apertado, um espaço de 3×3 metros, mas o que é interessante é que você pode desaparecer totalmente para o público. Toda a cena foi gravada com lentes teleobjetivas, deixando o fundo fora de foco, mantenho o foco neles enquanto o lugar desaparece, quando você quer trazer o local de volta, você deve abrir para mostrar dois cantos e ter uma noção de como tudo é pequeno. Jacob que está interpretando Jack é incrível, veja como ele é intenso enquanto questiona o que ela fala . E ela se torna a criança aqui, ela desiste e ele mantém a expressão, me lembro de ter achado isso incrível enquanto estávamos gravando e tudo que a ele foi que segurasse o olhar enquanto se afastava e ele tomou aquela direção e criou algo real a partir do que disse.

Duas curiosidades super interessantes sobre o filme e a preparação dos atores são que Brie Larson se isolou por um mês e seguiu uma dieta restrita só para sentir na pele o que Ma e Jack estavam sentindo e a outra é que apesar de já ter uma boa experiência, o ator mirim Jacob Tremblay não conseguia gritar com Brie Larson em uma cena onde ele fica bravo por seu bolo de aniversário não ter velas, então o diretor, elenco e equipe começaram a pular falando alto e gritando até que ele conseguisse fazer a cena.

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]