A super 8mm da Kodak vista de perto

A câmera Super 8mm da Kodak tem causada alguma repercussão nos últimos dias, a empresa voltou aos holofotes com o anúncio do lançamento em breve de uma câmera Super 8mm e você confere algumas imagens e material filmado com ela na sequência. Foi confirmado que haverá duas versões: a variação de preço será entre $400 e $750 na verdade são os preços dos dois modelos diferentes, logo abaixo você vê imagens do modelo de $400 voltado ao público em geral.

Kodak_Super_8mm_-05

Algumas especificações da Kodak Super8mm:

  • Bitola do filme: Super 8mm
  • Carregamento: Cartuchos Kodak com 15m
  • Velocidade: Velocidades variáveis entre: 9, 12, 18, 24 e 25qps todas com Crystal Sync.
  • Encaixe da lente: C-Mount
  • Distância Focal: Fixa / 6mm, 1:1.2 – Lente Ricoh (zoom opcional 6-48mm)
  • Foco e Abertura: Foco Manual e Íris
  • Visor: Display de 3.5″, entrada de vídeo SD e inclinação de 45º
  • Controle de Exposição:
    • Detecção de Cartucho
    • Fotômetro interno para velocidade suportadas em todos os filmes Kodak
    • Definição de velocidade/abertura manuais
  • Bateria e Carregador: Bateria integrada e carregador via adaptador USB.
  • Painel de Controle: Via viewfinder

Kodak_Super_8mm_-01

O rolos de filme com capacidade de gravação de três minutos custarão por volta de $80, já inclusos os preços de revelação. Você poderá enviar o filme para a Kodak para processamento e depois terá uma cópia digital disponível para download via algum serviço em nuvem. Há alguns rumores bem interessantes rolando por aí e um deles seria que a Super 8mm da Kodak poderia gravar simultaneamente em um cartão SD. Isto é verdade, no entanto, a entrada SD seria para a gravação de áudio (através de uma abertura p2 frontal) e não para a gravação de imagens analógicas e digitais simultaneamente.

Kodak_Super_8mm_-07

A ideia é que você sincronize áudio e imagem após baixar o arquivo digitalizado pela Kodak, ainda não se sabe qual será o grau de facilidade para esta sincronia caso você não tenha uma guia visual na imagem, como uma claquete. Haverá quatro cartuchos de filme 8mm disponíveis, sendo um deles preto e branco e os outros três coloridos com ASA’s de 50/200/500, o balanço de branco também é ditado pelos filmes e as letras T e D definem a temperatura de cor que você utilizará.

Aqui um vídeo do canal PetaPixel mostrando a Super 8mm com mais detalhes:

A Super 8mm da Kodak vale a pena?

Com toda essa cara retrô, a Super 8mm da Kodak realmente vale a pena? Resposta curta: para os padrões atuais, não. Se uma câmera digital produzisse imagens com a mesma qualidade que uma Super8mm hoje em dia, nós provavelmente já a teríamos enterrado.

No entanto há toda a questão de um nicho específico e do apelo visual (assim como o clima retrô que adiciona pontos) que vai contar para muita gente. Muitos diretores de alto nível estão aplaudindo o fato dela trazer uma possibilidade educacional, trazendo de volta um formato perdido para uma audiência bem maior de pessoas. Abaixo você confere alguns vídeo gravados em Super 8mm:

A Kodak vem lutando ao longo de décadas para se manter ativa e chegou a pedir concordata em 2012, o lançamento dessa câmera parece sinalizar a opção da empresa em adentrar um nicho mais específico, mas que não sofre tanta influência das inovações digitais, o dos apaixonados por película. Sem dúvida alguma é uma fatia de mercado bem menor e mais cara, mas só o tempo poderá dizer se a Kodak encontrará nela consumidores fiéis aos seus produtos. Quem tiver interesse pode conferir mais detalhes no site da própria Kodak.

O que você acha dessa aposta da Kodak? É um dos apaixonados por filme ou já inseriu o digital na sua  vida de forma absoluta?

 

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]