A BBC vem com tudo em Planet Earth II

Dez anos após o lançamento da série que levou o Emmy Awards e o Peabody Award e que foi indicada ao Pioneer Audience Award for Best Programme no Bafta TV de 2007 a BBC volta com Planet Earth II prometendo trazer artilharia pesada para a produção.

Planet Earth

Há cerca de dez anos a BBC lançava Planet Earth, o documentário sobre a vida selvagem mais caro produzido por ela, sendo o primeiro deste tipo a contar com câmeras Full HD. Além disso a série contou com outros equipamentos únicos para obter as melhores imagens possíveis, por exemplo, nas cenas aéreas foi usada uma câmera Airborne com uma lente de 400mm que conseguia enquadrar os animais a cerca de um quilômetro de distância sem perturbá-los. O projeto todo contou com mais de quarenta times que gravaram em cerca de 200 locações diferentes ao redor do mundo por cerca de cinco anos.

Gravando em Meio à Natureza

Quando gravamos em meio à natureza temos associado a todas as dificuldades regulares de uma produção muitos ambientes com climas extremamente perigosos e que afetam diretamente equipamentos e as pessoas envolvidas. Imagine sair em temperaturas muito abaixo de zero para fazer a gravação de uma superfície super refletiva como a neve, você não conseguiria sequer operar a câmera em ajustes finos sem luvas nas mãos. Talvez tivesse de estudar o ambiente dentro da sua barraca e sair com a câmera pronta, para que não fossem necessários ajustes de pequeno botões ou então montar barracas de onde conseguiria gravar os animais sem ter de sair para o ambiente externo.

A natureza não encena nada e neste tipo de produção a paciência é uma virtude essencial e as limitações técnicas das gravações precisam ser superadas com muita habilidade e jogo de cintura, no vídeo a seguir aparecem cenas do making of da gravação do ataque de tubarões brancos na costa da África do Sul. O operador grava a primeira tomada com uma câmera que captura em super slow, passa a câmera para download dos arquivos e pega a outra câmera para não perder algum bom momento.

Para um leigo pode parecer que ele apenas troca as câmeras e aponta para a cena, mas ambas precisam estar configuradas para a exposição ideal naquele momento (algo que provavelmente ele fez previamente), além disso não podemos esquecer que ele está em um barco balançando e com um equipamento que pode chegar a 10kg com baterias e acessórios, não há como saber qual a escolha do tubarão e para onde apontar o equipamento. Além disso o perigo é constante, pois um tubarão pode tentar um ataque próximo ao barco e cair sobre ele, jogando alguém ao mar ou danificando de maneira decisiva a embarcação.

Além disso há toda a questão psicológica envolvida, tomadas como essas não se resolvem em um dia, são muitas vezes semanas neste ambiente de constante risco vendo focas serem atacadas pelos tubarões a poucos metros de distância do barco, sem nunca esquecer que não há glamour na natureza, a presa agoniza, luta, emite sons, ruídos, há sangue, sujeira, tudo isso dia após dia durante as gravações, como é dito ao final do vídeo: a empolgação de conseguir tomadas perfeitas depois de tanto esforço é misturada ao respeito pelo predador e simpatia pela presa.

Planet Earth II

O retorno da série promete a utilização de alta tecnologia para (de novo) obter imagens arrebatadoras da vida selvagem, já foi confirmado que a captura foi toda feita em UHD 4K (a série já está em produção há três anos), além disso a BBC também trouxe o que há de mais novo relacionado à estabilização de câmeras, drones e gravações remotas.

Foram produzidos seis episódios que não possuem data de estreia ainda e segundo palavras da própria BBC “levaremos o público perto da natureza e possibilitaremos vivenciar isso como se ele estivesse lá”. A série é uma coprodução com seis episódios de uma hora entre a BBC, BBC America, ZDF da Alemanha e France Télévisions e foi apresentada em um evento de vendas da BBC Worldwide em Liverpool.

Qualidade em 4K

Levando em consideração as imagens simplesmente arrebatadoras da primeira produção, Planet Earth II já é uma sequência com expectativas altíssimas, dessa vez chegando com imagens em 4K, as equipes da BBC mais uma vez vão mostrar o que somos capazes de produzir quando alinhamos equipamentos de altíssimo nível com pessoas talentosas.

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under: , , ,

Pin it

Graduado em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos, já passou por diversos ramos da comunicação e atuou no Brasil e Canadá. Atualmente trabalha em São Paulo onde executa as funções de filmmaker e editor.

Back to top
[i]
[i]