Software Gratuito para Playback de arquivos RAW – RED, Alexa e Canon 5D

Assistir a um vídeo. Uma tarefa que deveria ser simples e trivial está cada vez mais difícil. Novos formatos RAW e codecs fazem necessário instalarmos múltiplos softwares para essa tarefa. Se você tem PCs e Macs no seu estúdio, a bagunça é ainda maior: alguns aplicativos funcionam apenas numa plataforma, causando ainda mais frustração!

O software que pretende ser a solução para todos esses problemas chama Assimilate Scratch Play. O software aceita mais de uma dezena de formatos profissionais, que encontramos no nosso dia a dia. Além disso, é gratuito (versão com propaganda) ou 5 dólares, sem nenhum banner. Veja uma pequena lista dos formatos aceitos

  • Arquivos RAW: RED, Arri, Sony, Canon, CinemaDNG (Blackmagic Cinema Camera), Phantom (câmeras de altíssima velocidade)
  • Arquivos DSLR RAW: Canon 5D (Magic Lantern), Nikon N600
  • Formatos Editoriais: MXF, ProRes, QuickTime, Windows Media, MP4, H.264, WAV
  • Formatos para Efeitos Visuais: DPX, EXR, etc
  • Sequências de Imagens: TIFF, JPG, PNG, etc.

SCRATCH Play: Introduction to the Player module from ASSIMILATE on Vimeo.

Aceleração por GPU e Playback em Tempo Real

O Scratch Play é capaz de dar play em tempo real na maioria dos formatos, mesmo em arquivos 4K (em máquinas modernas). Isso graças ao suporte para aceleração por GPU, tanto para as placas da nVidia (GeForce e Quadro), quanto para placas da ATI (Radeon e FirePro).

Dependendo do formato, o software oferece algoritmos de debayering acelerados, como no caso das câmeras RED e Blackmagic.

Metadados e Monitores de Onda

O software dá completo acesso a diversos monitores de onda – waveform, vectorscope e RGB parade, excelente para checar o material gravado com precisão.

Os metadados (metadata) dos arquivos podem ser acessados e editados a qualquer momento, possibilitando incluir notas ou outras informações relevantes para a produção.

scratch_play_tela_1

Interface

Algumas pessoas irão estranhar a interface, que lembra bastante de editores high-end como o Autodesk Smoke e Flame (antigo Inferno). Esses softwares usam a tela inteira, com botões e menus que não seguem os padrões dos sistemas (Mac OS e Windows) que muitos estão acostumados.

Enquanto incomum, essa é uma interface bastante inteligente. Por exemplo, os controles podem ser ajustados “girando” o mouse com um movimento circular, lembrando as antigas mesas de controle. Opções aparecem e desaparecem ao tocar as bordas das telas, e mesmo o playback do vídeo pode ser controlado com gestos, excelente para os que usam tablets (Wacom).

scratch_play_tela_2

Nem tudo é perfeito

Em nossos testes, os arquivos CinemaDNG da Blackmagic Cinema Camera tocaram em tempo real perfeitamente, mas tivemos problemas com os arquivos da Blackmagic Pocket Cinema Camera. Apesar de terem a extensão .DNG, os arquivos da Pocket usam o formato Compressed CinemaDNG. No caso, eles até abrem, mas a performance é muito baixa para ser considerado.

Preço

Como se diz por aí, de graça, até injeção na testa. Não tem como ser mais barato do que isso. Mesmo as propagandas não chegam a ser um problema, até porque às vezes, elas são substituídas por fogos de artifício, como se fosse um mini protetor de tela!

De todo modo, a versão paga (5 dólares) é praticamente obrigatória. Visto que os concorrentes mais próximos, como Quicktime Pro é vendido a 30 dólares, e o Tweak RV, 300 dólares, o Scratch Play é uma ferramenta que certamente vale a aquisição.

Download

Clique nesse link para ir diretamente ao site da Assimilate e baixar o software:
http://www.assimilateinc.com/products/scratch-play

Deixe seu comentário

comentários

Tagged under:

Back to top
[i]
[i]