O novo Apple Mac Pro é diferente de tudo que você já viu

Essa semana a Apple anunciou várias novidades na WWDC (Apple Worldwide Developers Conference), e nós obviamente estávamos interessados no novo Mac Pro.

O novo Mac Pro mostra que a Apple ainda não esqueceu totalmente o mercado profissional. Ultimamente a empresa parece ter olhos somente para seus dispositivos portáteis, inclusive tendo descontinuado sua linha de servidores (Xserve) em 2011. Sendo que os iMacs são extremamente limitados em capacidade de expansão, o único hardware da empresa que sobrou, destinado ao mercado profissional é o Mac Pro. Desde seu lançamento em 2006, o Mac Pro nunca teve grandes novidades, apenas upgrades normais de poder de processamento e velocidade.

ipad_size

 

Mas parece que esse ano a Apple decidiu mudar isso: o novo Mac Pro é radicalmente diferente, coloca um enorme poder de processamento num cilindro de 25cm de altura por 17 cm de diâmetro. Esse com certeza é um dos pontos mais exclusivos dessa máquina. Construída de modo que as partes principais, Placa Mae, GPU e Fonte de Alimentação fiquem em constante contato com um núcleo de alumínio, constantemente resfriado por um único cooler no topo da máquina.

Mac-Pro-Clickthrough-Unified-Thermal-Core2

O segundo destaque fica por conta de usar 2 placas de vídeo (GPU), de classe profissional. A diferença da GPU pra profissionais, em relação às GPUs para Gamers, é considerável quando se usa aplicativos de 3D e Vídeo. Softwares como FinalCut, Adobe e Maya por exemplo se beneficiam da grande quantidade de memória (6GB por GPU) e das otimizações das instruções de ponto flutuante para acelerar esses softwares.
Resumindo: seus renders serão muito mais rápidos.

Mac-Pro-Clickthrough-GPU-Performance2

Além disso, apesar de controversa a escolha de GPUs AMD (muitos acham que as GPUs NVidia são mais velozes), não dá pra reclamar nesse quesito. As AMD FirePro dão conta de 3 monitores de altíssima resolução (4k). Lembrando que são necessários 4 monitores FullHD pra ter o mesmo número de pixels de um monitor 4K. É bem provável que a Apple anuncie os próximos Cinema Displays usando essa nova resolução.

Em relação à CPU e memória, nada fora do convencional. Irão usar os novos processadores Intel Xeon, podendo ter até 12 núcleos de processamento. Isso automaticamente torna esse novo Mac Pro quase 2x mais rápido que os modelos atuais.

1

Uma das partes interessantes é o armazenamento. O lento disco rígido foi aposentado de uma vez por todas. O sistema agora usa um disco de memória flash, conectado diretamente pela interface PCI Express. Normalmente, os discos SSD são conectados através da interface SATA, mas que infelizmente está começando a se tornar um gargalo para as unidades mais modernas. Estou bastante curioso em relação à isso, uma vez que discos PCI Express já existem, mas são absurdamente caros. Alguns benchmarks na internet já garantem que esses discos tem pelo menos 800MB/s tanto na leitura quanto na escrita, suficiente para edição de múltiplas trilhas de vídeo FullHD em tempo real.

Mac-Pro-Clickthrough-Storage2

Por fim, uma das maiores preocupações: a expansibilidade. De nada adianta uma máquina desse calibre se por exemplo, não houver um jeito eficiente de conectar outros periféricos, como discos externos, placas de captura e por aí vai. Para isso a Apple está apostando forte na tecnologia Thunderbolt 2, com 6 portas atrás do computador. A Thunderbolt permite conectar vários dispositivos numa única porta, então na verdade, é possível conectar até 36 aparelhos! Boa sorte com isso! Além disso, temos 4 USB 3.0, 2 saídas de rede, 1 HDMI 1.4 (com suporte a monitores 4K) e wireless também. Nada mal.

No entanto, ainda existe o problema de quem precisa conectar placas do tipo interna, usando PCI-E. Nesse caso, a sugestão da Apple é comprar um adaptador PCI-E para Thunderbolt. Nesse caso, prepare-se para seu perfeito Mac Pro ficar pendurado de fios e conexões para todo o lado, além do custo desses adaptadores. Uma solução nada elegante pra quem precisa desses componentes externos.

Mac-Pro-Clickthrough-Ports2

O lançamento está planejado para o fim do ano, e estamos curiosos para saber qual o preço que ficará a brincadeira! Se o Mac Pro atual já fica na faixa de 15 mil reais, com uma única GPU (classe amadora), imagina o novo, que conta com 2 GPUS de classe profissional e todas as outras novidades? Não me espantaria se a máquina aparecesse na faixa dos 22 a 25 mil reais.
A pergunta que fica é, vale todo esse preço? Nossa opinião sincera é que não, difícil encontrar argumentos que defendam a compra dele, mesmo no exterior. Mas uma coisa é inegável: é o gabinete desktop mais bem desenhado que já vimos.

E o que você achou do novo Mac Pro? Acha que a Apple está seguindo na direção com esse novo design?

Deixe seu comentário

comentários

Back to top
[i]
[i]